Blog

Lesões esportivas: saiba como tratar e evitá-las


Quem pratica esportes, seja ele qual for, já conhece as famosas lesões esportivas. Principalmente para quem está começando a praticar esportes conhecer os principais riscos é necessário para, justamente, evitá-los ou tratá-los, se for o caso. 

Existem diversos fatores que fazem toda a diferença para evitar os machucados na hora de praticar o seu esporte favorito. No texto a seguir, a Altipisos separou algumas dicas importantíssimas! Saiba como evitar, ou tratar, as temidas lesões esportivas!

Boa leitura!

Principais lesões esportivas

1. Entorse

Entre as lesões esportivas mais comuns está o entorse, também conhecido apenas como ‘’torção’’. O entorse afeta as articulações, como o joelho, tornozelo e punho. Essa lesão ocorre durante um movimento anormal dessas articulações. 

Sendo a mais simples de se tratar, a torção requer uma compressa de gelo e repouso para o jogador machucado. Por isso, caso você tenha sofrido uma torção, não deixe de tratá-la corretamente, caso contrário pode agravar a lesão. 

2. Luxação

Apesar do seu nome diferente, a luxação é, infelizmente, bastante comum entre quem pratica esportes. A luxação é o deslocamento de um membro, como o braço ou perna, sendo comum até mesmo para quem não pratica esportes.

Entre as lesões esportivas, é considerada grave e deve ser tratada imediatamente com ajuda de um médico! 

3. Contusão

Chegamos a lesão mais comum e também a menos grave! Sabe aquela pancada que deixa a sua pele roxa ou vermelha? É essa mesmo. E de novo, acontece com não pratica esportes mas é bastante comum em quem pratica qualquer esporte, desde o vôlei até o futebol. 

Por ser apenas um hematoma leve, o seu tratamento é simples e costuma necessitar de apenas uma compressa de gelo no local. 

4. Fratura

A mais grave entre as lesões esportivas, a fratura  é a quebra completa ou parcial de um osso. O seu tratamento deve ser feito imediatamente, com a ajuda de um gesso até a recuperação do osso. 

Como evitar lesões esportivas?

1. Equipamentos de proteção

Infelizmente, quando se trata de lesões esportivas, não há uma solução 100% eficiente, mas sim, formas de evitá-las. E a principal forma é utilizando equipamentos de proteção, que variam de acordo com o esporte praticado.

Alguns esportes requerem mais equipamentos de proteção que outros, justamente pelo seu alto risco de lesões. Um exemplo disto é o skate, que deve ser praticado com capacetes, cotoveleira, joelheira e luvas. 

Em esportes como o futebol, o uso de equipamentos de proteção inclui a chuteira, que faz toda a diferença não somente no desempenho do atleta, mas também na sua segurança.

2. Alongamentos

Podemos resumir esta dica com a seguinte frase: aquecimento antes de praticar um esporte e alongamento após a sua finalização.  

O aquecimento do músculo antes de realizar qualquer atividade é importante para evitar lesões esportivas. Quanto ao alongamento, ele deve ser realizado apenas ao final do treino, já que o músculo alongado pode ficar até 30 minutos enfraquecido.

3. Treino em um espaço de qualidade

Seguindo o mesmo raciocínio dos equipamentos de proteção, treinar em um local apropriado é uma ótima forma de evitar as lesões esportivas. No caso das quadras, local onde diversos esportes são praticados, é preciso ficar atento a diversos detalhes, mas principalmente ao piso.

O piso das quadras influencia tanto no desempenho de um atleta quanto na sua segurança, por isso, é tão importante estar atento a sua qualidade. 

Um exemplo de um piso que faz toda a diferença para os atletas é o piso modular! Além dos seus diversos benefícios, o piso aumenta o rendimento do atleta, já que diminui o seu desgaste devido a facilidade na movimentação.

Você, que já é ou quer ser um atleta, precisa saber como praticar o seu esporte favorito com segurança. Gostou das nossas dicas? Se sim e quer receber mais conteúdos como este, nos siga no Facebook e Instagram.

Fale com um especialista

Receba novidades em seu e-mail